sexta-feira, 22 de abril de 2011

Mudanças nos Planos

Hoje de manhã a balança me mostrou 50 kg, cravados, nem uma grama a mais ou a menos. De início fiquei chateada, como eu podia ter ganho essas 200g em 3 dias, sendo que eu não comi mais do que minha taxa metabólica, fiz exercícios, bebi bastante água?

Pensei em tudo, retenção de líquidos, balança quebrada, metabolismo filho de uma boa puta.. e fiquei chateada a manhã toda porque queria chegar aos 49 kg o mais rápido possível e eu sei que vinha fazendo por onde para isso acontecer.

Mas depois de passada a raiva, eu parei para reparar de verdade na minha forma atual, no meu corpo e como ele tinha mudado depois de perder 10 kg. Resultado: me achei um pouco magra demais. Tá, vocês vão me chamar de doida, bipolar, seja lá o que for HAIAOUHAIOAHUO mas acho que, na verdade, eu vinha procurando algo que não sou eu de verdade. 

Nós vemos artistas, cantoras, pessoas famosas, lindas, sem barriga, super malhadas, saradas na TV e revistas e esquecemos que muita coisa dali é manipulada, seja por efeitos de camera ou pelo nosso amado, idolatrado, salve, salve, PhotoShop. Basta ver as fotos da Fernanda Souza no site UOL, contando o que fez para perder os quilos indesejados e depois reparar nas fotos de um paparazzi que clicou ela na praia. As diferenças são absurdamente esdrúxulas, obviamente! E, no fim, acho que eu estava procurando essas coisas manipuladas e não aquilo que realmente é verdade.

Outro ponto desta história é que essas pessoas vivem da imagem delas. Elas, de uma forma ou outra, precisam estar super magras (ou, às vezes, super gordas) para interpretar papéis, fazerem desfiles, fotos e etc. Eu não! Eu não comecei a minha R.A. pensando nisso mas depois tudo acabou se tornando obcessão e isso é muito, muito ruim!

Eu estou magrinha, meus ossos estão super aparecendo. Quando eu me espreguiço, consigo contar minhas costelas.. mas o meu corpo não tem a estrutura de um corpo de uma modelo. Eu sou baixinha, pernas grossas, ancas largas, barriguinha sapeca e ombros grandes (devido aos mais de 20 anos de natação, e que pretendo voltar assim que possível). Eu nunca achei bonito aquelas meninas magrelas, sem bunda e sem peito. Gostava da barriga delas e ponto. Mas eu preciso aceitar que a minha nunca será assim.. mesmo quando eu pesava 45 kg eu tinha uma barriguinha, que eu chamava carinhosamente de pochete. HAUIAHIAUO O que eu quero (e preciso) é ser saudável e ponto. É comer coisas que realmente me forneçam vitaminas e minerias indispensáveis, fazer exercícios regularmente para garantir que meu corpo funcione de forma correta e que eu minimize os riscos de ter problemas de saúde quando for mais velha e também saber aproveitar e me sentir feliz quando alguém me convida para comer algo por prazer e não só pela fome. Isso também é viver! Ninguém sobrevive em dietas restritivas, que só de pensar em um pedaço de bolo você sinta calafrios porque ele pode te trazer quilos a mais. Lógico que tudo tem que ter sua moderação, seu equilíbrio, tanto coisas calóricas e coisas saudáveis e é isso que eu quero pra mim, nada mais que isso.

Pensar em o que vou comer o tempo todo já me desgastou o suficiente. Lá se vão 8 meses de neuroses à mesa, me preocupando com absolutamente tudo que eu como e bebo. Eu tenho é que aprender a maneirar, a parar na hora certa e saber o limite de cada coisa.

Eu não me considero uma pessoa que realmente aprendeu a comer bem. Não, com certeza eu estou longe disso! Procuro fazer boas escolhas mas muitas vezes meu pensamento não está voltado pro alimento porque ele é saudável mas porque ele tem menos calorias que o outro. Isso não é se reeducar pra mim. Estar reeducada é ter consciencia daquilo que faz bem, independente da energia que aquele alimento fornece ao meu corpo.

Por isso, resolvi desistir da minha meta de 49 kg. Eu sou uma mulher real, casada, ainda sem filhos (mas que pretendo ter daqui a uns anos), que luta por um emprego, que estuda, que faz comida, que acorda cedo, que limpa a casa sozinha e ainda arruma tempo para sair, namorar, conversar, comer, telefonar, blogar, fazer compras, ficar irritada, ter TPM, atacar um chocolate, ir ao supermercado, esfregar panelas esquecidas com comida dentro, reclamar da tampa do vaso sanitário abaixada e tudo mais que uma pessoa normal faz.

Eu quero me sentir feliz comigo mesma e preciso parar de enxergar só os números da balança e passar a me enxergar melhor. Preciso voltar a me cuidar, fazer as unhas, comprar maquiagens, me sentir bonita e não só magra, o que é meu caso agora.

Não vou desistir nunca de me reeducar e vou buscar sempre o melhor de mim! O blog continuará aqui, sendo atualizado sempre que eu puder, quantas vezes eu puder e vou continuar dando força a todas porque gosto muito de ver as pessoas felizes! Mesmo sem conhece-las pessoalmente, ler o blog de vocês dizendo que conseguiram, que se sentem bonitas, realizadas, esperançosas me dá mais ânimo do que ver os meus números na balança. Torço muito para que todas, sem excessão, consigam se sentir bem consigo mesmas.

Eu continuo na luta, junto com vocês. Eu ainda busco minha reeducação e, quem sabe um dia, eu aprendo a apreciar uma bela cenoura crua (eu como ela ralada, sem problemas, mas juro que meu sonho é conseguir mastigar uma cenoura inteira crua com cara de felicidade. Invejo quem consegue fazer isso e eu conheço 3 pessoas :O HAUIAHHAUIO).

Devido a isso, eu que tentava manter meu cardápio em torno de 700 kcal diárias (mas, segundo meus cálculos, a minha média foi entre 800 e 850 por dia), vou tentar chegar as 1000 kcal e, aos poucos, vou subindo (ou descendo) para conseguir uma média de manutenção e me estabilizar entre os 50 kg e 51 kg.  Também vou procurar ter menos neurose a respeito disso e, se o marido comprar um sorvete com amendoin, vou comprar outro pra mim e aproveitar a tarde quente com um sorvete também! Tenho certeza que assim eu serei mais feliz.


Um beijinho a todas! Que venha um lindo final de semana.. com muito pouco chocolate! HAUIAHOIUA

Obs.: Acho que todo mundo já reparou que eu adoro postagens longas, né?! HAUIAIUO Também amo ler quem posta 'livros' nos blogs. x) Sou esquisitinha, liguem não. HAUIAHOAUI :* da magra.

4 comentários:

  1. Oii Thais,
    Poxa vida, vc ja esta praticamente no seu peso, praticamente 10kg foram embora...
    Acho q duas coisas devem estar associadas, felicidade e saude!
    Se uma pessoa leva uma vida saudavel e esta feliz com o corpo q tem (com ou sem barriga) é o que é valido! Qntas magérrimas ai não são felizes!?!?
    Qntas mostram seus corpos, muitos adimiram, mas elas são as vezes frustradas, obcecadas, infelizes.. e as vezes até sem saude alguma!!!

    Fico feliz pq vc ter determinado uma meta de ser FELIZ!
    Ja me privei de mta coisa, vivi uma época que minha vida era só eu e a balança, e cai entre nós, isso não é vida!

    Estou na batalha pra me sentir mais bonita, e qndo conquistar o q qro, ctz a sua decisão tbem sera a minha!

    Otimo feriadão!

    Bjoos

    ResponderExcluir
  2. E eu adoro os seus post longos ;DD adorei mesmo... acho que fazes muito bem em ficar pelos 50 :D acho que e' um bom numero... eu tenho 1,63m e sempre sonhei ter 50 kgs mas depois de muito pensar acho que com 55 kgs ja' me sentia bem pois o que importa não é o nr mas sim como te sentes com o teu corpo e saber controlar a alimentaçao e a AF. Eu estes 2 dias exagerei mt e apesar de saber que amanha a balança vai dar mais 2 kgs talvez nao vou desistir pois sou nova e tenho toda uma vida para engordar e emagrecer pois e' mt dificil manter um peso estavel a vida toda ;))

    Estarei sempre por aqui amiga ;) Parabéns pela sua determinaçao beijinho grande * Ah amanha nao te esqeças da pesagem para o Desafio *:)

    ResponderExcluir
  3. Flor eu olhava sua barrinha de peso e pensa nossa legal, mas nunca tinha reparado no seu IMC flor é 19 caraca é baixo.
    Nossa nunca pensei em um peso tão baixo pra mim no maximo seria IMC de 21 hehehe o menor que já tive foi de 20,3 de IMC.
    Acho que precisamos mesmo de bom senso e não viver só dessa obcessão com o peso, a vida se torna muito cinza mesmo, com medo da comida de sair de comer com amigos de ir a festas por medo de comer aff isso não é vida.
    Temos de encontrar o equilibrio ou quando exageramos num dia voltar e compensar reduzindo na proxima semana.
    Obrigado pelo post eu quero tbm ser saudavel e acima de tudo feliz.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. :) ja recebi o pesinho ... parabéns ;D beijinho e boa Páscoa *

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...