sexta-feira, 29 de julho de 2011

'Tu Te Tornas Eternamente Responsável Por Aquilo Que Cativas.'

Este post não é sobre mim e nem sobre R.A. Queria eu escrever aqui um texto alegre, contando das minhas aventuras para evitar o exagero e me manter uma pessoa saudável. Hoje, este post é sobre o meu pai.

Meu pai tem 57 anos, irá completar 58 dia 13 de novembro. Destes quase 58 anos, são 45 anos fumando. Nunca vi meu pai se preocupar com sua saúde. Por diversas vezes vi meu pai doente e ele simplesmente ignorava a situação e esperava o que quer que fosse passar.

Desde que me entendo por gente, nunca vi meu pai ter uma alimentação saudável ou praticar exercícios físicos. As memórias vivas que tenho do meu pai são dele fumando, bebendo cerveja sentado no sofá e tossindo muito, desde sempre.

Em março deste ano meu pai ficou rouco, sem um motivo aparente. Mais uma vez, em sua relutância em procurar um médico, julgou ser culpa do ar condicionado muito forte do trabalho e o calor excessivo do lado de fora. O tempo passou, a voz foi sumindo cada vez mais, até que ele passou a sussurrar.

Neste meio tempo, ele parou de beber, mas o cigarro continuou presente, cerca de 2 maços ou mais por dia, daqueles mais baratos e fortes que se vende no mercado. Além do sussurro, agora ele também passou a sentir dificuldades para comer e começou a perder peso consideravelmente.

Ele emagreceu e foi ficando cada vez mais debilitado. Em 4 meses, aquele cara que trabalhava em 3 empregos diferentes, passou a sentir dores na perna, na coluna, dificuldades para urinar, comer, respirar e andar. Sua vida se resumiu a ir do sofá para cama e da cama para o sofá, apoiado em uma bengala e nas paredes, sempre com muitas dificuldades para caminhar ou para fazer qualquer coisa simples. Ele já caiu diversas vezes em casa, por não conseguir mover nenhuma das pernas.

Depois de muita insistência da família, ele foi ao médico e a bateria de exames começou. Apesar de toda a dificuldade, ele continuou amigo do cigarro, sem companheiro de 99% das horas, só não fumava enquanto dormia.

Ontem, após levar o resultado de uma tomografia (e diversos outros exames) o que já era esperando, foi confirmado: meu pai está com câncer. Nós já esperávamos por isso, mas o que nos deixou mais atordoados, foi saber que não há só um tumor, mas vários, dois já localizados e a suspeita de que existam outros, inclusive no cérebro.

Sempre critiquei meu pai por fumar e sobre acabar com sua vida aos poucos, avisando diversas vezes que isso poderia trazer conseqüências muito ruins, mas as pessoas só acreditam quando acontece com elas, não é?

Meu pai procurou isso a vida toda e agora está definhando aos poucos. É muito triste vê-lo deste modo, sem poder ajudar, sem poder voltar no tempo. As pessoas se tornam eternamente responsável por aquilo que cativam e essa doença foi o que ele cativou a vida toda.

Não sabemos se os tumores são malignos ou benignos, mas as premissas não são nada boas e os médicos já nos avisaram disso. Há poucas esperanças e pouco o que fazer, só nos resta aguardar e torcer para que, seja da forma que for, ele não sofra muito. Hoje ele será internado para fazer biópsia e receber tratamento 24h por pessoas preparadas para isso.

Não desejo que ninguém passe pelo que eu e minha família estamos passando. Se você fuma ou conhece alguém que fume, que você ame de todo coração, conte essa história, passe isso adiante! O próximo pode ser você ou esta pessoa que você tanto ama.

Peço desculpas pelo assunto, mas quero muito que todos saibam o quanto é triste passar por uma situação destas, para que façam o possível para evitá-la.

Não estou pensando na minha reeducação no momento e acabei comendo esse problema. Vou ficar uns dias longe do blog porque estou tentando ajudar minha mãe.

Fiquem bem! Eu volto!

Beijos a todas!

9 comentários:

  1. oi linda nossa que história e agora mesmo depois que eu sair daki do blog irei mostrar isto para minha mae e minha tia que fumam, eu ja fiz de tudo mas nao param... eu fico triste pelo seu pai, mas foi isto que vc falou, ele que procurou, agora o que se pode fazer, rezar e confiar!!!
    Entre aki as vezes e nos dê noticias
    beijos no ♥ e força

    ResponderExcluir
  2. Thais a dois anos atrás meu pai tbm foi diagnosticado com câncer (benigno)não lembro se é garganta ou língua tbm causado pelo cigarro bebida e estripulias vc descreveu meu pai, ele passou por cirurgia tirou parte da língua fez radioterapia, mas ele não deixou o cigarro e nem a bebida!
    Graças a Deus meu irmão parou de fumar, mas não foi por alguem falar e sim porque ele pegou nojo do cheiro, eu tenho comigo que foi Deus que intercedeu!

    ResponderExcluir
  3. Poxa vida, mesmo não te conhecendo nem ao seu pai, sinto como se fosse parte da minha família. Vou pedir pro meu namorado mostrar esse post pros pais dele, q não se importam com saúde e acham q médicos só querem inventar doença pra tirar dinheiro deles, então eles simplesmente não fazem exames de rotina pra não descobrir nada.
    Muita força pra vc e boa sorte!
    Bjkas ;***

    ResponderExcluir
  4. Oi Thaís,imagino o que vc está sentindo!Na quinta-feira minha mãe foi no médico,numa consulta "normal" porque estava com tosse,gripe e falta de ar,depois de 6 inalações e o resultado do exame de sangue,o médico resolveu que ela ficaria internada!O infectologista achou que era gripe súina,mas como ela já tinha sido vacinada,o pneumo descartou essa possibilidade,mas ela ficou num quarto sem contato com as pessoas,a gente só podia entrar rapidinho e com máscara!Mesmo sem o diagnóstico,ela tomou o Tamiflu por 3 dias,que é o remédio pra H1N1...
    No domingo quando teve alta,o médico explicou o que estava acontecendo,uma infecção no pulmão e no sangue...devido aos 37 anos fumando!Até hoje,ela não fumou,mas sinto que logo volta,pois a abstinência está fogo!
    Meu marido fuma também e muito,eu já disse que só vou engravidar quando ele parar!Meu pai já nem falo mais nada,fuma uns 2 maços por dia...todo dia vai tomar uma na padaria...mas isso te conto depois!
    Bjoss,que Deus cuide de vocês todos!!!

    ResponderExcluir
  5. Poxa, Thaís, que notícia chata. Amiga, confia em Deus. Tudo vai dar certo. Reze com sua família e o seu pai para que aconteça um milagre em suas vidas. Deus quer o melhor pra vocês. Gostaria de ir aí te dar uma abraço bem forte e dizer que vai dar tudo certo. Um super beijo. Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  6. Que coisa triste. Muita força pra você e sua família nesse momento. Espero que dê tudo certo!

    ResponderExcluir
  7. oii encontrei seu Blog atraves do casa da pimenta!Ja seguindo.bjos e boa noite.
    http://decorehouse.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi amada...
    Vim conhecer o seu cantinho e me deparo com isso. Força, tá?! Estarei torcendo por você e sua família. Minha mãe era fumante e alcoolatra, eu e meus irmão já a perdemos, mas não desanime, tudo tem seu propósito.
    Mil bjoks.

    http://devaneiosdecarola.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Thaís, tem um tempão que não vem aqui dar um oi e quando volto encontro esse post. Fiquei super triste, mas como vc mesma falou somos responsavéis pelo que cativamos. Confia em Deus que Ele sabe o que é melhor pra cada um de nós. Espero sinceramente que seu pai possa fazer o tratamento necessário para se curar e que se conscientize da importância de largar esse maldito cigarro. Força Thais, pra vc e sua família que sofre junto com certeza.

    Bjks!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...